Blog, Youtube ou Instagram para Advogados?

Muita gente me pergunta qual o melhor lugar para decolar no marketing jurídico, conquistar clientes e continuar com tempo para advogar. As principais dúvidas são sempre entre 3 canais:

  1. Blog.
  2. Youtube.
  3. Instagram.

Com um blogcom 8 milhões de visualizações/ano, um Youtube de 200 mil inscritos e um Instagram com 10 mil seguidores, eu já testei um pouco de cada mundo e vou mostrar para você o que considerar para cada canal.

  • Os pontos fortes de cada canal.
  • Os pontos fracos de cada canal.
  • Para quem é cada canal.

Mas antes de entender cada canal e qual é o melhor para você, você precisa saber o impacto que essa escolha pode fazer daqui 5 anos na sua carreira.

A importância da estratégia certa de Marketing Jurídico

Lá em 2015 eu nunca tinha ouvido falar sobre marketing jurídico. Eu trabalhava no escritório de direito da minha família (Ingrácio Advocacia) e éramos apenas mais um no meio de milhares de escritórios previdenciários do Brasil. Desatualizados, atrasados e cogitando fechar as portas.

Em 2020, viramos o site de escritório de advocacia mais visto em todo o Brasil, atingimos milhões de pessoas e o maior problema hoje virou como dar conta de tantas pessoas querendo nos contratar.

Quando eu falo isso, o primeiro pensamento que vem à cabeça de 80% dos advogados é que para fazer algo assim, é preciso virar um especialista em marketing, dedicar horas no instagram e quase deixar a advocacia de lado.

Não acredito neste formato…

Tudo depende do caminho que você escolhe seguir, como você organiza o marketing vs advocacia e como você usa suas habilidades natas.

E neste post eu vou mostrar que faz diferença onde você decide investir seu tempo e como cada canal possui peculiaridades que podem ou não se encaixar com o seu perfil.

Disclaimer: Você não precisa de 8 milhões de views para ter um escritório de muito sucesso e um marketing jurídico efetivo. O mais relevante é atrair os visitantes certos pelos canais certos.

A estratégia do Instagram para Advogados

Muito esforço e resultados pequenos. Este é o resumo desta estratégia que parece ser o carro chefe para todo mundo que está começando a pensar em marketing jurídico.

Vamos fazer uma análise rápida de quem são os advogados com destaque no instagram:

  1. Quem são os grandes instagramers na advocacia?
  2. Quem são os advogados com mais seguidores no instagram?
  3. Os advogados com muitos seguidores estão investindo mais tempo em conseguir clientes para advocacia ou para seus cursos?

Sei que pode até parecer que tem muito advogado com sucesso e todos estão no instagram.

Mas a verdade é que a maior parte dos grandes perfis tem o foco em vender para advogados e o tempo que você precisa se dedicar para o instagram para conseguir clientes normalmente não vale a pena.

Pontos fracos do Instagram para advogados

  1. Alcance orgânico baixo: o conteúdo não pago é entregue apenas para uma fração dos seus seguidores.
  2. Concorrência difícil: o que acontece se o crush do seu seguidor postou um stories? Você concorre com ele em audiência.
  3. Alta perecibilidade: o que acontece com o stories que você postou hoje? Depois de 24h ele morre. Ninguém mais vê, você precisa refazer ele.
  4. Consome muito tempo: instagram exige que você invista muito tempo do seu dia para manter a estratégia ativa.
  5. Timing de necessidade: seu cliente não quer ficar ouvindo sobre assunto jurídico, a não ser quando ele precisa resolver algum problema iminente. É raro o perfil do cliente interessado nos aspectos jurídicos.
  6. Expectativa do cliente: seja sincero. Você acredita que o seu cliente de advocacia espera encontrar você no instagram? Você acredita que quando ele tiver um problema jurídico ele vai sair pesquisando perfil de instagram de advogados ou vai pesquisar no google sua dúvida, pesquisar no youtube sua dúvida ou pedir indicação de um amigo?
  7. Conteúdo não estruturado: se seu possível cliente está procurando um tema específico, ele tem dificuldade de achar no seu feed ou vai ter que esperar você falar sobre o assunto que interessa ele nos seus stories. Até lá ele pode já ter contratado outro advogado.
  8. Não admite folga: o que acontece quando você tira férias ou fica doente e não consegue mais fazer post? O conteúdo que você passa 1 ano inteiro fazendo no instagram, todo santo dia,para de engajar e o resultado do instagram cai drasticamente em poucos dias.

Pontos fortes do Instagram para advogados

  1. Mantém relacionamento com público: você pode criar fidelização, mas para isso vai ter que investir muito tempo em produzir conteúdo de forma constante e de alto engajamento.
  2. Autoridade: instagram pode mostrar alta autoridade conforme seus seguidores crescem.
  3. Resultados de curtíssimo prazo: instagram tem chances de atrair clientes antes que Google ou mesmo Youtube.
  4. Em 1 minuto está no ar: fazer uma conta no instagram é super rápido.

O instagram tem seus pontos altos, como engajamento com consumidores. Mas vamos ser bem sinceros, quem fora da advocacia engaja por muito tempo com conteúdo jurídico?

Eu vejo instagram como uma estratégia com expectativas super infladas e resultados a desejar para quase todos os que usam ele como principal estratégia para criar autoridade e trazer clientes na advocacia por lá.

Para quem é o Instagram

É muito mais fácil usar o instagram para criar autoridade entre advogados que entre clientes. Criar autoridade entre advogados vai ser bom se você quer:

  1. Vender serviços/cursos para advogados.
  2. Atrair parceiros advogados para seu escritório.
  3. Aumentar a reputação do seu escritório para transformar ele numa marca desejada para pessoas trabalharem. Isso dificilmente vai ser prioritário antes do escritório estar faturando 1 milhão/ano.

Resumo

Não comece usando instagram como principal fonte de atração de clientes, a não ser que seu público seja outros advogados. Existem outras estratégias que vão exigir menos esforço, trazer resultados exponenciais e permitir que você tenha mais flexibilidade.

A estratégia de Blog para Advogados

Começamos criando um post por semana e mantemos esta estratégia por 1 ano. Isso foi suficiente para passarmos de 2 mil visitas por mês de forma recorrente. 2 mil visitas de pessoas com alto interesse nos assuntos que escrevíamos. Com muita chance de fechar contratos.

Isso exigia de mim em torno de 6 a 8 horas por semana. Muito menos do que quem usa o instagram investe por semana. Se você já criou uma conta no instagram, sabe bem do que eu estou falando.

Eu podia sentar numa tarde, ou num fim de semana, e criar o conteúdo de uma vez só.

Abandonamos a estratégia por 1 ano. Mesmo assim continuamos com mais de 2 mil visitas por mês.

Retomamos a estratégia sem regularidade, conseguimos chegar em 3 mil visitas por mês.

Abandonamos novamente por quase 1 ano.

Depois voltamos a fazer e mantendo a consistência de 1 post por semana chegamos a mais de 200 mil views por mês. Hoje são milhões de views por ano, milhares desses vem dos primeiros posts que no primeiro ano de Blog não deram nem 100 visualizações.

Esta estratégia permite você planejar férias, investir a maior parte do seu tempo na advocacia e abandonar ele por um tempo se precisar. Tudo isso, sem perder a entrada de clientes e autoridade de mercado.

Pontos fracos do Blog para advogados

  1. Começo fraco: existem estratégias para terem resultados rápidos no Blog, mas não espere lotar seu escritório em 1 mês.
  2. Exige planejamento das suas atividades: diferente do Instagram, um bom post dificilmente pode ser feito na louca no meio do nada só para ter o que publicar. Exige você planejar um tempo para o seu marketing.
  3. Exige um site: um site próprio é o lugar ideal para ter seu Blog. Diferente do instagram, você vai precisar de mais tempo para colocar seu site no ar. Para agilizar o processo, alguns construtores de site permitem você colocar seu site no ar, sozinho e em pouco tempo.

Pontos fortes do blog para advogados

  1. Atrai clientes com alto nível de interesse: o Blog tem o poder de atrair quem está procurando naquele momento por um advogado ou pela solução do seu problema. Quem pesquisa no Google “advogado previdenciário” ou “advogado contrato de aluguel” e acha seu site, provavelmente está a um passo de contratar seus serviços;
  2. Juros compostos: um post no Blog vai continuar vivo por muito tempo. A tendência é que ele vá ganhando relevância e importância com o tempo. Diferente do instagram, que uma postagem morre em questão de horas, no Blog ele demora alguns dias para ganhar vida e começar a trazer resultado recorrente… 1 visualizações hoje, 100 mês que vem, 10.000 no próximo ano.
  3. Poucos blogs jurídicos de qualidade: a maioria dos textos jurídicos no Google ainda são pouco acessíveis (juridiquês), incompletos e superficiais. Então a concorrência é fácil de vencer. Você tem grandes chances de criar um blog jurídico de sucesso no Brasil.
  4. Alta flexibilidade da sua agenda: programando suas postagens, fica fácil tirar férias, criar um banco de posts para semanas mais pesadas na advocacia ou escolher o melhor horário para escrever. A flexibilidade é altíssima.
  5. Consome menos tempo total: no final das contas, você investe menos tempo sentado e produzindo posts do que ficando todo o dia gerando conteúdo picado nas redes sociais.
  6. Melhor aliado da estratégia de anúncios pagos: site e blog são os canais que mais conversam com a estratégia de anúncios. O poder de conversão de um anúncio aumenta muito quando você tem conteúdo para direcionar. Vale a pena lembrar que se você faz anúncio que não é para conteúdo, você tem grandes riscos de cometer infração ética.

Para quem é blog

Blog usa habilidade nata da maior parte dos advogados. É uma estratégia que vai acumulando resultados com o tempo e se encaixa bem para grande parte da advocacia. Blog é para você se você:

  1. Gosta de escrever: quem gosta de fazer prazo, petição, contratos, artigos ou escrever qualquer coisa, vai se sair muito bem.
  2. Não é fã de uma camêra, é mais tímido.

Além disso, o Blog é excelente se você está ganhando confiança e conhecimento no tema. Ao escrever um post, você tem tempo para pesquisar, pensar e estudar a matéria. Então mesmo que você não seja um expert, dedicando tempo, pode escrever um artigo excelente e que ajude de verdade seus futuros clientes.

Resumo

Uma das grandes vantagens do Blog é que se por qualquer motivo você precisar focar em outra área do seu escritório, sua estratégia de marketing não morre em um único dia. Você tem anos para ajustar e ir se adaptando.

Além disso, o resultado de um post vai se acumulando. Você faz o post uma vez e ele tem potencial de gerar milhares de visualizações todo ano. Diferente das redes sociais em que um post morre em 24h.

A estratégia de Youtube para Advogados

Uma estratégia muito parecida com o Blog, com resultados expressivos no longo prazo e que vai a calhar para quem gosta de audiências, sustentações orais ou dar aula.

Pontos fracos do Youtube para advogados

  1. Começo fraco: assim como o Blog, não espere lotar a agenda do seu escritório em 1 mês.
  2. Exige planejamento das suas atividades: um bom vídeo dificilmente pode ser feito na louca no meio do nada. Exige você planejar um tempo para o seu marketing.
  3. Alta inércia inicial: preparar tudo para começar a gravar vídeos pode exigir um pouco de você. Você pode gravar com muita qualidade pelo seu celular, mas ainda sim vai precisar preparar um cenário mínimo (pode ser uma parede branca), prestar atenção no enquadramento, cuidar para o áudio sair nítido e ter alguém para editar o vídeo para você (ou aprender como fazer sozinho). É uma barreira pra começar.

Pontos fortes do Youtube para advogados

  1. Atrai clientes com alto nível de interesse: os vídeos têm o poder de atrair quem está procurando naquele momento por um advogado ou pela solução do seu problema. Quem pesquisa no Youtube por “como contratar um advogado trabalhista” e acha seu vídeo, provavelmente está a um passo de contratar seus serviços;
  2. Você também está no Google: os vídeos no Youtube também aparecem para pesquisas no Google. Um bom vídeo, pode ganhar acessos de lá também.
  3. Resultados exponenciais no tempo: um post no Youtube vai continuar vivo por muito tempo. A tendência é que ele vá ganhando relevância e importância com o tempo. Como este vídeo do Ingrácio que teve 1 milhão de visualizações no primeiro ano ainda.
  4. Poucos advogados por lá: são poucos os advogados com um trabalho consistente e de qualidade no Youtube. Suas chances de criar um canal de sucesso são muito maiores que em canais saturados.
  5. Alta flexibilidade da sua agenda: programando a gravação e postagem dos vídeos, fica fácil tirar férias, criar um banco de vídeos para semanas mais pesadas na advocacia ou escolher o melhor horário para criar o conteúdo. A flexibilidade é altíssima.
  6. Fácil terceirizar edição e gravação: o mercado de gravação e edição estão bem aquecidos e hoje é fácil terceirizar edição e gravação. É mais fácil achar um bom editor de vídeos jurídicos que um bom revisor de textos jurídicos. Ponto para o youtube.
  7. Consome menos tempo total: no final das contas, se você tem boa dinâmica e domínio do conteúdo e terceirizar a edição, você pode gravar 8 bons vídeos em 6 horas, conteúdo para o mês todo. É muito mais rápido que escrever posts de qualidade para Blog e ainda mais rápido que investir horas todos os dias no instagram.

Para quem é o Youtube

Tem 2 requisitos que tornam o Youtube ideal para você:

  • Se você ama audiência, sustentações orais ou dar aula.
  • Se você domina muito bem a matéria.

Se você preencher esses requisitos, você tem grandes chances de voar no Youtube. Agora, se você não domina muito bem a matéria, facilmente vai transmitir esta insegurança ou vai perder horas para gravar um vídeo rápido. Neste caso, opte por Blog ou Instagram que te dão mais tempo para pesquisar o assunto enquanto produz o conteúdo.

Resumo

O Youtube está se expandindo rápido e ainda tem pouco advogado com um bom trabalho por lá. Isso torna o momento ideal para começar seu canal.

E se você naturalmente vai bem com câmeras, eu não pensaria duas vezes e começaria por este canal.

NUNCA comece todos esses canais de uma vez

Agora tome cuidado!

Vejo muito advogado cair no erro de querer dar um tiro de canhão e fazer tudo de tudo ao mesmo tempo. Esta é a forma perfeita para fracassar em todos os canais.

Todos esses canais vão exigir aprendizado, dedicação e tempo de maturação.

Estude com carinho qual é o melhor canal para o seu perfil, os pontos fortes e fracos de cada um deles. Escolha apenas UM canal e comece.

3 regras boas para você NÃO assumir o compromisso de começar o segundo canal antes da hora:

  1. Não parta para o segundo canal de atração enquanto você não conseguir manter 1 ano de estratégia consistente em um dos canais. A não ser que perceba que a estratégia inicial não era a ideal para você. Tudo bem trocar no meio do caminho.
  2. Não parta para o segundo canal se sua agenda está cheia neste momento e você tem outras áreas mais sensíveis para trabalhar neste momento.
  3. Não parta para o segundo canal se você não tem uma equipe para terceirizar e dividir o trabalho de conteúdo e marketing. Não tente ser um exército de um homem só.

E pra acabar, essas não são todos os canais que existem. Se você quiser outro post sobre canais de atração, deixe um comentário aqui pra mim contando o que mais você quer ver por aqui!

Abraços,

nv-author-image

Rafael Beltrão

Apaixonado por sua família! Acredita numa advocacia simples, inovadora e humana. Nas horas vagas está aprendendo a tocar violão. Sócio do Ingrácio Advocacia, Cálculo Jurídico e A Nova Advocacia